Unidade Básica de Saúde do Guaraituba será a maior da RMC

Obra iniciada em maio está na fase final da fundação e receberá investimentos de mais de R$ 1 milhão



Está em obras, na fase final de fundação e estruturação da edificação com a montagem da armadura das ferragens, a construção da maior Unidade Básica de Saúde (UBS), na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), localizada no Guaraituba, um dos bairros mais populosos do município e que atualmente conta com uma pequena unidade que realiza cerca de duas mil consultas médicas ao mês.

“Esta nova unidade tem o objetivo de melhorar a qualidade do atendimento prestado aos cidadãos desta grande região, pois a que existe ali já não comporta mais a abrangência e o quantitativo populacional e por isso, com esta grandiosa Unidade vamos garantir a atenção que cada paciente merece durante o atendimento”, disse a Prefeita Beti Pavin que vistoriou as obras nesta sexta-feira, 17.

O novo equipamento público da Secretaria Municipal de Saúde está localizado na rua Genésio Moreschi, 632, esquina com a rua Balsa Nova – contará com 594,70 m² de construção e receberá investimentos da ordem de R$ 1.132.048,55, provenientes de recursos próprios municipais.

“De fácil acesso para os moradores e localizada em um lugar estratégico, a nova Unidade é para que as pessoas se sintam confortáveis num local adequado e que preste um serviço de saúde humanizado. Essa é uma de várias obras que serão entregues para que o serviço de saúde do município avance cada vez mais,” afirmou o vice-prefeito Sergio Pinheiro que também acompanhou o andamento dos serviços.

Presente na vistoria realizada pelos chefes do executivo municipal, o secretário de Saúde, Dr. Antoninho Barth, informou que “nesta unidade, a qual estamos animados e ansiosos que iniciem os atendimentos, serão realizadas pelas equipes de enfermagem os serviços de drenagem, pequenas suturas, soro, entre outros”, explicou Dr. Antoninho.

Tempo de obra

Em nove meses, a contar a partir do mês de maio, os moradores poderão usufruir de uma Unidade Básica de Saúde Porte III, ou seja, que trabalhará inicialmente com quatro equipes do Programa Saúde da Família (PSF) em 38 ambientes compostos por: recepção, banheiros, vestiários, copa, farmácia, arquivo, depósito, salas de sutura, vacinas, inalação, aplicação de medicamentos, procedimentos, consultórios médicos e odontológicos, treinamentos, preparo de pacientes, observação, esterilização, estocagem, sala de espera e circulação.

“Temos que chegar onde o morador está. Uma das principais metas é priorizar estes serviços, que são básicos para o bem-estar da população, por isto é importante garantir o avanço da infraestrutura”, lembrou o secretário de Saúde. Na ocasião da vistoria também estava presente o vereador Vardão.

Fotos: Marcio Fausto/PMC

Postar um comentário

0 Comentários