Mandetta admite que sairá do Ministério da Saúde: "Já chega, né?"

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em entrevista ao site a revista Veja disse que deixará a pasta. A afirmação ocorre após os desgastes vividos com o presidente Jair Bolsonaro durante o enfrentamento da Covid-19.

Mandetta disse estar cansado após dois meses de trabalho na tentatica de conter a pandemia. "60 dias tendo de medir palavras. Você conversa hoje, a pessoa entende, diz que concorda, depois muda de ideia e fala tudo diferente. Você vai, conversa, parece que está tudo acertado e, em seguida, o camarada muda o discurso de novo. Já chega, né? Já ajudamos bastante", afirmou.

O ministro disse que fica até encontrarem uma pessoa para assumir a pasta. "São 60 dias nessa batalha. Isso cansa", desabafou Mandetta, que negou que esteja indo trabalhar com o governador Ronaldo Caiado, em Goiás.

Mandetta declarou que não se arrepende de ter entrado no governo Bolsonaro. O minitro evitou dar um palpite sobre a nova linha de trablhao de combate à pandemia após sua saída do cargo.

"Não sei, mas acho que o vírus se impõe. A população se impõe. O vírus não negocia com ninguém. Não negociou com o (DOnald) Trump, não vai negociar com nenhum governo", disse. Mandetta acrescentou que tem compromisso com o país. "Ninguém vai torcer contra", concluiu.

Postar um comentário

0 Comentários