Vacinas esgotam novamente no primeiro dia em Colombo: Mais de 10 mil doses foram aplicadas já



Até o momento 10.427 doses foram aplicadas; a primeira fase da campanha segue até 16 de abril



A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe que começou no dia 23 de março, imunizou até o momento mais de 10 mil pessoas entre idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde de Colombo. A ação buscar reduzir na cidade os casos de influenza – H1N1, em mais de 18 mil pessoas que fazem parte destes grupos.

Segundo balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, realizado nesta segunda-feira, 30, esgotou novamente o estoque enviado pela Secretaria de Estado da Saúde – desta vez, mais 4200 doses foram aplicadas em um único dia, em 26 pontos de vacinação.

“Já solicitamos a nova remessa de vacinas, mas por enquanto ficam cancelados todos os pontos de vacinação. Pedimos a colaboração de todos, e informamos que as próximas doses serão utilizadas com foco nos idosos acamados, onde serão feitos agendamentos para alguns centros de convivência”, informou a diretora do Departamento de Vigilância e Promoção a Saúde, Pricila Costa.

A responsável destacou também que foram atingidos até o momento 58,15% da cobertura vacinal nos idosos, representando 9.206 doses distribuídas nesse grupo. Enquanto que nos profissionais de saúde foram alcançados 48% – com 1221 doses aplicadas.

Antecipação

Outro ponto, é a antecipação da campanha de vacinação devido à pandemia do novo Coronavírus, uma vez que os sintomas de ambas as doenças são semelhantes. “É importante informar a população que a vacina não previne contra o novo vírus. Porém, é necessário proteger os colombenses contra a influenza, minimizamos assim o impacto sobre os serviços de saúde”, completa Pricila.

Vale ressaltar, que ainda não existe previsão de reposição da vacina para essa semana. Todos os lotes são fornecidos pelo Ministério da Saúde, distribuídos para Secretaria de Estado da Saúde, que encaminha à Prefeitura Municipal.

Estratégia Especial

A Secretaria Municipal de Saúde montou uma estratégia especial de Vacinação por conta do COVID-19. Vinte seis pontos entre Escolas Municipais e Centros de Convivência estão com as equipes da saúde realizando a vacinação no público alvo desta primeira fase. “Organizamos esta ação para evitarmos a aglomeração nas Unidades de Saúde que estão destinadas especialmente para os sintomáticos respiratórios”, destaca a diretora administrativa da Saúde, Nice Almeida Lara.

Sobre a Vacinação contra a Influenza

A campanha que segue até o dia 22 de maio acontecerá em três etapas destinadas a grupos prioritários considerados mais vulneráveis aos vírus que causam a gripe (Influenza A-H1N1, Influenza A-H3N2 e Influenza B).

– Primeira fase: 23 de março a 16 de abril: idosos de 60 anos ou mais e profissionais da saúde;

– Segunda fase: de 16 de abril a 09 de maio: professores de escolas públicas e privadas, doentes crônicos e os profissionais das forças de segurança e salvamento;

– Terceira fase: de 09 de maio (Dia D) a 22 de maio: crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Postar um comentário

0 Comentários