População esgota vacina para H1N1 em Curitiba, Colombo e Pinhais

Em tempos de coronavírus, a possibilidade de se vacinar contra o vírus da H1N1 levou a população a esgotar os estoques de vacinas de algumas cidades como a de Curitiba, Pinhais e Colombo.


As prefeituras de Curitiba, Colombo e Pinhais informaram a população que em apenas um dia as vacinas contra a H1N! foram esgotadas, confira os números:

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba interrompe a partir desta quarta-feira (25/3) a vacinação contra influenza. Em dois dias foram vacinadas na cidade cerca de 130 mil pessoas, entre idosos e profissionais de saúde – o público alvo desta primeira fase da campanha. 

A Secretária de saúde de Colombo informou que 23, esgotou o estoque enviado pela Secretaria de Estado da Saúde (órgão que regula o setor), pois a previsão, feita com base no ano anterior, era de 6 mil vacinas distribuídas em 30 dias, o que acarretou no término das doses em um único dia em função da procura acima da média. 

A Secretária de Saúde de Pinhais informou que Cerca de 4 mil pessoas foram vacinadas no primeiro dia da Campanha de Vacinação contra a Gripe em Pinhais. O número representa 35% do total esperado para o primeiro grupo. O volume de atendimentos acima do normal fez com que o estoque de vacinas esgotasse ainda no começo da tarde. A Informação da Secretaria Municipal de Saúde é de que novas doses serão disponibilizadas pelo Ministério da Saúde. 

O Governo do Estado deve reabastecer as prefeituras municipais para dar continuidade a campanha de vacinação contra a H1N1, lembrando que esta vacina não protege contra o COVID-19.

Foto: Luiz Costa/SMCS

Postar um comentário

0 Comentários