Deputados querem impedir o corte de água, luz e gás no Paraná, enquanto durar a epidemia do Coronavírus



A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Assembleia Legislativa, votou em sessão extraordinária, na útilma quarta-feira (18), o projeto dos deputados estaduais Delegado Francischini e Soldado Fruet, que suspende o corte dos serviços de energia elétrica, água e gás no Paraná durante um período de 180 dias, em virtude da pandemia mundial do COVID-19.

“O projeto é de extrema importância a fim de garantir o acesso da população aos serviços básicos em um momento tão delicado como esse. Por isso, decidimos por essa medida que já foi adotada em outros países no enfrentamento ao avanço da doença”, explicou o delegado e deputado Francischini.

“Não é calote. As pessoas pagarão posteriormente, para não quebrar ninguém. Estamos sensíveis à situação dos comerciantes, do trabalhador informal que vão ver o movimento despencar, bem como das famílias paranaenses”, reforçou o parlamentar.

A justificativa do projeto é a proliferação do novo coronavírus e as prováveis dificuldades financeiras que a população possa vir a enfrentar, ocasionada pela queda nas receitas em todos os setores produtivos.

Esta semana também foi criada uma Comissão Especial com membros de CCJ e da Comissão de Saúde para acompanhar as ações impostas pelo governo no enfrentamento da doença no estado.

Fonte Deputado Francischini

Postar um comentário

0 Comentários