Mulher é agredida em posto de Gasolina, em Curitiba por homofóbico

Um caso de homofobia, foi registrado em Curitiba no Bairro Santa Cândida em Curitiba, no ultimo domingo (16) O agressor, de 24 anos, estava bêbado e provocou a confusão.

A vítima e uma amiga pararam no posto para abastecer, quando o agressor começou a provocá-las. “Ele nos agrediu verbalmente”, disse. “Eu paguei o frentista e tentei ir embora, mas ele se jogou na frente do carro”, contou, segundo a vítima, naquele instante, ela saiu do carro para pedir licença, quando começou a ser agredida fisicamente. “Ele não parou de me bater, dar socos e chutes”. A jovem agredida pratica artes marciais reagiu por instinto enquanto era agredida.

A situação só acalmou com a chegada de outra pessoa. De acordo com a Polícia Civil, o jovem pode responder por injúria e lesão corporal, mas também pode responder por homofobia. O jovem, que já tem ficha criminal, ainda não foi preso.

Postar um comentário

0 Comentários