Ultimas Notícias

Vacina BCG começa a ser administrada no Hospital Maternidade Alto Maracanã



Nesta segunda-feira, 25, às 20h30, será realizado, oficialmente, o início da administração da imunização que protege contra a tuberculose

Todos os bebês nascidos no Hospital Maternidade Alto Maracanã serão protegidos contra as for
mas graves de tuberculose. Nesta segunda-feira, 25, às 20h30, a Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Saúde através da Vigilância Epidemiológica em conjunto com a Coordenação de Enfermagem e Direção Administrativa do Hospital e Maternidade estará expandindo, oficialmente, a administração da vacina BCG.
“A imunização, em dose única, deve ser administrada preferencialmente nas primeiras 12 horas de vida do recém-nascido, ainda na maternidade. Porém, pode ser feita até os cinco anos incompletos. Já os bebês prematuros, após atingirem dois quilos de peso”, enfatiza o secretário.
Além da maternidade há a oferta da vacina BCG nas Unidades Básicas de Saúde: Guaraituba, Maracanã e Sede, para as crianças que nascem fora do município e os bebês prematuros. A vacina previne contra as formas graves da tuberculose, como a meningite tuberculosa e a tuberculose miliar (forma disseminada).
A coordenação de Vigilância Epidemiológica auxiliará a equipe técnica da maternidade durante as primeiras vacinações. “Para que esse procedimento fosse possível realizamos reuniões para a elaboração do processo de implantação deste imunobiológico tão importante para os recém-nascidos do nosso município. Uma das ações foi a capacitação da equipe de enfermagem para a administração da vacina BCG – separadas em duas turmas em horários estratégicos para contemplar todos os plantões com excelente adesão da equipe”, explicou o Secretário da Pasta, Dr. Antoninho Barth.
Este processo de implantação vem contribuir para a otimização da vacina BCG, imunobiológico que está na lista do desabastecimento do Ministério da Saúde, sendo que o município tem recebido doses insuficientes para disponibilizar para a Rede Municipal de Saúde.

Nenhum comentário