Ultimas Notícias

Rua João D’Agostin será asfaltada

O valor estimado para o serviço é de R$ 5.235.334,24; também será instalado duas aduelas de 2 m x 2 m, ou seja, dobrará a área de vazão de águas fluviais – sentido ao Rio Palmital, para potencializar as obras de contenção de enchentes



A Prefeitura de Colombo publicou, a abertura do processo licitatório visando a contratação de empresa especializada para a pavimentação de toda a extensão da Rua João D’Agostin, na região do Maracanã. As obras de infraestrutura partirão da concorrência pública marcada para o próximo dia 28, às 9h – na sala de licitações do seu edifício sede, situado na Rua XV de Novembro, 105 – Centro.

A vencedora do certame ficará responsável pela execução de pavimentação asfáltica da via pública, terraplanagem, meio-fio de concreto, regularização e compactação de subleito, sub-base, base, imprimação, pintura de ligação, revestimento com CBUQ, passeio, drenagem de águas pluviais e sinalização viária da Rua João D’Agostin. O valor estimado para o serviço é de R$ 5.235.334,24, entre o trecho da Rua Luiz Mottin até a Rua Francisco Appel. Totalizando 725,956 metros de extensão.

O contrato será de 12 (doze) meses a contar da data de assinatura do mesmo. Já o prazo máximo para início dos serviços será de 10 (dez) dias a partir do recebimento da ordem de serviço/empenho sob a supervisão direta da Secretaria Municipal de Obras e Viação. Vale lembrar que a licitação será processada e julgada pelo critério de menor preço (lote único), sob regime de empreitada por preço global.

Obras de Contenção de Enchentes


A Prefeitura Municipal por meio das Secretarias de Obras e Viação em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, desenvolveu um estudo de microbacias para potencializar as obras de contenção de enchentes no local. A ação faz parte de Programa de Contenção de Enchentes realizado pela Prefeitura desde 2013;

Para Rua João D’Agostin a Prefeitura realizou um levantamento que prevê a instalação de duas aduelas de 2 m x 2 m, ou seja, dobrará a área de vazão de águas fluviais – sentido ao Rio Palmital. “O projeto foi finalizado e encaminhado para verificação de orçamento e posterior licitação – para realização desta obra que abrangerá outras ruas do bairro”, explica a Prefeita Beti Pavin.

Devido à localização das casas que estão edificadas – o trabalho de desassoreamento e limpeza do rio é prejudicado. Além do acúmulo de lixo e saibro que entopem as manilhas, dificultando o escoamento das águas pluviais. Além de existirem tubulações irregulares feitas pelos moradores para a construção de moradias, com cerca de 1,5 m de diâmetro.



Nesta região onde está localizado o Rio Palmital iniciou as obras de construção do Parque Linear do Rio Palmital – área, protegida por lei, que contribuirá para minimizar os pontos de alagamentos, além de proteger o leito do Rio Palmital, que nasce no município de Colombo e deságua no Rio Iraí.
“A conscientização também é muito importante. Pois, algumas ações realizadas, no dia a dia, pela população também ajudam a evitar enchentes. Por isso, é necessário, que as pessoas não joguem lixo nas ruas – pois, são retiradas mais de 30 toneladas de entulhos, todos os dias”, enfatiza o Secretário de Obras e Viação, Agnaldo Santos e acrescenta. “Que com a realização destas obras – os riscos de alagamento na região serão solucionados”.

Nenhum comentário