Ultimas Notícias

'Não quero viado em casa": Pai espanca filho de 3 anos que se sujou com batom

Pai espanca filho de 3 anos de idade, após criança ter se sujado com batom enquanto brincava 


Uma criança de apenas 3 anos de idade, foi espancado por seu próprio pai, depois de se sujar com um batom, que ele brincava. O menino levou várias chineladas nas costa, que deixou sérios hematomas na criança, enquanto espancava o filho ele dizia "Na minha família não tem viado". O Caso aconteceu na noite desta segunda-feira, em Uberaba, no Triângulo Mineiro.

De acordo com o Boletim de ocorrências, os país da crianças são separados e a vítima mora com a mãe de 29 anos, mas passa o fins de semana com o pai, de 41 anos. A mulher tem outra filha, fruto de outro relacionamento, que foi quem contou para a mãe o que o pai do garoto tinha feito. Ela teria ido junto para a casa do pai do garoto, e os dois ficaram na casa do suspeito até as 19horas de segunda-feira.

A filha adolescente, mandou via WhatsApp, uma mensagem dizendo: "olha o que o pai do "nome da criança" fez com ele, alem da mensagem a menina encaminhou um foto das costas do menino cheia de hematomas, a mãe que estava no trabalho saiu as pressas buscar os filhos.

Quando chegou na casa do ex, ela avisou ele que chamaria a polícia e foi para sua residência com os filhos. O homem começou a mandar mensagens ameaçando ela e sua filha, mesmo assim a mãe procurou a polícia militar. Segundo a filha de 13 anos, o garoto não teria passado o batom em sua boca, mas sim sujado o rosto apenas, e ao ver a cena, o pai começou a espancar a criança e repetir "Na minha família não tem viado", que precisou ser levada até o Hospital da Criança em Uberada para ser atendida.

O suspeito foi encontrado em casa e confessou o crime para a PM, ele disse que não gostou de ver a criança com batom, e que deu umas chineladas nele, porem não queria machucar o filho. E que ele teria ingerido álcool antes das agressões, ele então foi levado a delegacia, aonde assinou um termo circunstanciado por maus-tratos e foi liberado para aguardar audiência .

Nenhum comentário