Ultimas Notícias

Diretora de escola é acusada de praticar tortura contra alunos; “obrigava crianças a comer próprio vômito”

Diretora da escola, pode pegar uma pena de dois a oito anos pelo crime de tortura.

Após 25 dias de investigação, o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) decidiu por indiciar a diretora da escola Cimdy, localizada no bairro Água Verde, em Curitiba, Jussara Pazim, 64 anos. As crianças eram obrigadas a se alimentar em pratos com os próprios vômitos.

O delegado José Barreto garantiu que ela será indiciada por tortura-castigo. “Concluímos por indiciar essa mulher por tortura e castigo, a partir desse momento o inquérito, já está relatado e encaminhado ao Ministério Público (MPPR), que vai oferecer à denúncia para que o juiz possa determinar as penas do processo”, disse ele à imprensa, na manhã desta sexta-feira (26).

A escola passou por processo de rescisão de contratos trabalhistas com funcionários e está de portas fechadas.

Nenhum comentário