Ultimas Notícias

Justiça questiona PF sobre prisão de Beto Richa em unidade da PM, em Curitiba

Ofício da polícia diz que foi necessário alocar um policial a mais por dia na guarda do quartel; PF tem até quarta-feira (30) para explicar local da custódia.

A Justiça Federal questionou nesta terça-feira (29) a Polícia Federal (PF) sobre a prisão do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) no Regimento de Polícia Montada, unidade da Polícia Militar (PM), no bairro Tarumã, em Curitiba.

Ele foi levado da Superintendência da PF para o local no mesmo dia da prisão, na sexta-feira (25). O juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, intimou a PF para informar as razões para Richa estar preso no local.

O prazo para resposta termina na quarta-feira (30), às 14h. O juiz também intimou o Ministério Público Federal (MPF) para se manifestar sobre o assunto em até dois dias.

Leia a Matéria completa no Portal G1

Nenhum comentário