Colombo é a terceira cidade mais violenta da região metropolitana

Os três primeiros meses de 2017 foram bastante violentos no Paraná, com o registro de 591 homicídios neste período, além de 20 latrocínios (roubo seguido de morte) e 12 lesões corporais que resultaram em morte. Curitiba é a cidade mais violenta do Estado, com 100 homicídios, três latrocínios e duas mortes em decorrência de lesões corporais. Entre as principais cidades paranaenses, a menos violenta é Maringá, com oito homicídios no primeiro trimestre.
Os dados estão em um relatório da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) sobre quantidade de vítimas de crimes no Paraná, referente ao primeiro trimestre deste ano. O documento ainda mostra que municípios que pertencem a regiões metropolitanas também apresentam altos índices de mortes em crimes violentos. Exemplos disto são justamente Curitiba e Maringá.
Na Região Metropolitana de Curitiba, Fazenda Rio Grande registrou 26 homicídios no primeiro trimestre deste ano; São José dos Pinhais, 22; Colombo, 18; e Almirante Tamandaré, 17. Os dados são superiores aos de Cascavel (21 no mesmo período), Londrina (24) e Ponta Grossa (17).
No noroeste paranaense, duas cidades registraram quase o dobro de homicídios de Maringá. Foram 11 em Sarandi e quatro em Paiçandu, contra oito de Maringá.
Fonte Massa News 
Foto arquivo Rede Jovem 

Postar um comentário

0 Comentários