Prefeitura de Colombo disponibiliza atendimento de dentista todos os dias para emergências

A população poderá contar com atendimento semanal; atendimentos de emergência acontecem todos os dias


A Prefeitura de Colombo por meio da Secretária de Saúde busca aperfeiçoar e melhorar os serviços odontológicos, garantindo mais acesso ao atendimento para a população. A partir deste mês, a população passa a contar com uma nova reformulação no sistema de atendimento.

“Para dinamizar o atendimento foi alterado o modelo de agendamento das consultas odontológicas: de mensal para semanal. Dessa maneira, as ausências devem diminuir completando os horários previamente marcados pelos pacientes”, explica o secretário da pasta, Darci Martins Braga.

Nas Unidades, os agendamentos serão realizados nas segundas-feiras, podendo ser feito o atendimento semanal, ou seja, o paciente marca a consulta e pode ser atendido durante os outros dias da semana. As consultas serão disponibilizadas por intermédio do acolhimento e estratificação de risco, estas que serão agendadas para a semana em todas as Unidades de Saúde da rede primária de Atenção à Saúde Bucal. “A possibilidade de retorno é sempre semanal e os usuários devem ser orientados quanto ao autocuidado”, disse Dr. Braga.

Além disso, são realizados todos os dias da semana atendimento de urgências e emergências para supressão de dor e outros tratamentos como: hemorragia, quadros infeccioso e inflamatório agudo, lesões de tecidos moles, traumatismo dentário, reparo de peça protética ou recimentação de restauração e restauração estética de urgência.

“Além dos agendamentos previamente marcados, esta agenda conta com atendimentos de emergência. E também as pessoas que pertencem aos grupos de hipertensos, diabéticos, gestantes e crianças de 0 a 5 anos, não têm necessidade de agendamento”, ressalta o secretário.

A rede de Atenção em Saúde Bucal do município conta com um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), 17 Unidades Básicas de Saúde (UBS) com Atenção em Saúde Bucal e um Odontomóvel. Dessas, duas UBS possuem o modelo de Unidades Básicas da Estratégia de Saúde da Família (ESF), uma UBS com equipe mista (uma equipe ESF mais um profissional no modelo Unidade básica) e 14 estão implantadas no modelo Unidades Básicas (UBS).

Atividade preventiva e educativa em escolares

A Equipe de Saúde Bucal realiza durante a semana em dois períodos de uma hora e meia, atividades de promoção à saúde em escolares como: “Atividade Educativa Coletiva” que propõe para todos os alunos oficinas, dinâmicas educativas ou palestras; “Evidenciação de Placa Bacteriana” e “Técnica de Escovação” com todos os alunos; “Bochechos Semanais com Flúor” na concentração de 0,2% em todos os alunos da escola, exceto aqueles que estão em terapia com flúor gel em andamento ou já concluída e a “Terapia com Flúor” (Escovação Supervisionada e Escovação com Flúor Gel), que é realizada uma vez a cada seis meses com todos os alunos maiores de seis anos.

Atendimento as gestantes

As gestantes também podem contar com a Equipe de Saúde Bucal, após o cadastro no SISPRENATAL. “Todas as gestantes acompanhadas pela Equipe de Saúde da Família tem seu atendimento priorizado pela Equipe de Saúde Bucal. Ela é encaminhada ao Cirurgião Dentista para consulta inicial e tratamento curativo e/ou preventivo”, disse Braga. Além disso, são realizadas semestralmente atividades educativas com as gestantes.

Atendimento à Puericultura

Pacientes inscritos no programa de Puericultura participam de atividades educativas e atendimento clínico das crianças entre 0 a 5 anos. De acordo com o Secretário, os altos índices de cárie precoce sugerem que é preciso focar em ações de promoção de saúde bucal na infância, desde o nascimento.

Usuários inscritos no Programa Hiperdia e no Programa de Saúde Mental

Os pacientes que são hipertensos e diabéticos tem o atendimento priorizado em conformidade com o trabalho do Programa Hiperdia desenvolvido pela Unidade de Saúde. Já os pacientes que possuem algum tipo de transtorno mental também tem o atendimento priorizado conforme o Programa de Saúde Mental.

Visitas Domiciliares

A ampliação e qualificação das ações de saúde bucal também se fazem por meio da organização de visitas da Equipe de Saúde Bucal às pessoas acamadas ou com dificuldades de locomoção, visando o acompanhamento e tratamento necessário.

“Além de ser importante para poder realizar a coleta de dados, análise de informações sobre as famílias atendidas, podendo ter um maior conhecimento e monitoramento. Durante as visitas domiciliares, a Equipe de Saúde Bucal também fará acompanhamento mensal das famílias de risco”, destacou Braga.

Postar um comentário

0 Comentários