Almirante Tamandaré ganhará base do SAMU

O prefeito Gerson Colodel assinou hoje a Ordem de Licitação para obras de Reforma e Ampliação da Central de Ambulância para abrigar o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A estrutura funcionará atrás da Unidade de Saúde (US) Sede, com acesso rápido a Rodovia dos Minérios e ao Contorno Norte. “A sede da Central de Ambulância e o funcionamento do SAMU serão marcos importantes para nossa cidade”, afirmou hoje o secretário de Saúde, Ernesto Rossi, responsável pela apresentação dos trabalhos na 3ª Escola de Gestão da administração Gerson Colodel e Daniel Lovato.

“O SAMU é uma porta aberta para os hospitais da Grande Curitiba”, lembrou o prefeito Gerson Colodel. Assinaram a Ordem de Licitação ao lado do prefeito, o vice-prefeito Daniel Lovato e o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Mauro Perussi. Ao todo, serão 258,29 m² de reforma e ampliação – sendo que 112,92 m² serão para o SAMU. O investimento total, inclusive mobiliário, somará R$ 447,6 mil.

Consórcio – O SAMU deverá funcionar em parceria médica das cidades de Itaperuçu, Rio Branco do Sul, Adrianópolis, Cerro Azul, Tunas do Paraná, Doutor Ulysses e Almirante Tamandaré. O município de Campo Magro, que pertence à região de Campo Largo, também quer aderir ao programa. A ideia é que Almirante Tamandaré seja a base pólo dos municípios, com uma ambulância ALFA (de maior complexidade) para atender casos mais graves. No entanto, cada município deverá ter sua própria ambulância. Com a implantação do SAMU, os municípios da Microrregião Norte terão portas abertas na rede de urgência e emergência. Na prática, isso significa que os municípios poderão encaminhar pacientes para hospitais que complementem a rede no Estado.
Fonte e foto Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré


Por Alisson Schneider

Postar um comentário

0 Comentários