Diretor do Coritiba não se preocupa com as contratações do maior rival

Foto: Giuliano Gomes/ Agência PR PRESS)
Os reforços no furacão, parece não atrapalhar os planos da diretoria do Coritiba. Contando com apenas duas contrações até agora, Valdir Barbosa, diretor de futebol, afirmou que a torcida pode ficar tranquila que novos jogadores devem ser anunciados até a data de reapresentação da equipe, no dia 6 de janeiro.

Segundo o dirigente, a pressão da torcida após o Atlético-PR anunciar a chegada de 7 reforços não irá fazer com que a diretoria coxa-branca se precipite nas negociações.

- Eles podem ficar tranquilos que nós não vamos nos precipitar com nada. Não podemos nos basear pelos outros. Vamos fazer o nosso. Tranquilamente teremos nomes para anunciar antes da apresentação, mas temos que ter cautela. Temos que estar documentados para que não haja frustração. As coisas estão caminhando bem - garantiu o diretor em entrevista ao GloboEsporte.com.

Valdir Barbosa voltou a afirmar que as renovações com o atacante Kleber Gladiador e com o lateral-esquerdo Juan já estão certas e que só falta a assinatura do contrato para serem oficializadas pelo clube.

- Eles estão certos. Só falta a assinatura. São pessoas que quando falam, a assinatura está em segundo plano. Semana que vem, até o dia 6, nós confirmaremos tudo - decretou.

Na semana passada, o próprio diretor do Coritiba já havia dito que o clube estava atrás de três jogadores para anunciar na data de reapresentação da equipe. Na oportunidade, falou que a diretoria estava em busca de um volante, um meia e um atacante.

Até o momento, a diretoria do Coritiba só confirmou as chegadas do lateral-direito Ceará, que estava no Cruzeiro, e do goleiro Elisson, emprestado pelo time mineiro até o fim de 2016. Além dos dois atletas, Valdir Barbosa também confirmou o retorno do meia Zé Rafael, que vestiu a camisa do Londrina em 2015. O meia, revelado nas categorias de base do Coxa, irá fazer parte do elenco comandado por Gilson Kleina na próxima temporada.

fonte: Globo Esporte

Por Carollayne Mello

Postar um comentário

0 Comentários