29 de Abril é culpa dos Professores e da oposição

Em entrevista a rádio BandNews FM de Curitiba na manhã desta quinta-feira (17) Beto Richa Governador do Estado do Paraná, no qual é chamado carinhosamente pela comunidade paranaense de Beto Hitler, fez um balanço de suas tiranias anuais, e não considera o dia 29 de Abril como uma de suas maldade e sim da oposição.

Dia 29 de abril, se tornou o novo dia de luto dos educadores parananenses, Quando o Governador Beto Richa e seu então secretário de Segurança Fernando Francischini arquitetaram uma operação policial, para conter uma manifestação contra o projeto de reforma da Paranaprevidencia, que deixou mais de 200 pessoas feridas. A repercussão foi de nível nacional, sendo citada até mesmo por mídias estrangeiras, os "Black Blocks" foram contidos com o uso jatos de água, bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha.



“O que eles queriam era confronto mesmo para gerar as cenas lamentáveis como as que aconteceram ali e me gerar esse desgaste político”, avaliou o governador, que lamentou a falta de abordagem de defesa do estado democrático de direto no episódio. “Eu tenho a obra constitucional de preservar e garantir o funcionamento de todas as instituições democráticas do estado do Paraná. Se a moda pega, qualquer categoria vai lá e invade a assembleia. Onde é que nós vamos parar? Já imaginaram a possibilidade de invasão do capitólio nos Estados Unidos?”, justificou o Governador.

Beto Richa admitiu ter ficado "mal acostumado" com suas aprovações na ALEP, consentiu que, além do confronto no Centro Cívico, as medidas econômicas adotadas por sua equipe no último ano (que começaram com o realinhamento das alíquotas de IPVA e ICMS até chegar no corte nos gastos e despesas do governo) também ajudaram a manchar sua popularidade. “As medidas de austeridade significam que o Paraná fez o dever de casa”, 

O Governador coloca a culpa do 29 de abril nos professores e oposição, e retirasse de si, suas insanidades considerando os outros loucos. Beto Richa de promessa política brasileiro para o carrasco da política brasileira, o que diria seu saudoso pai em seu tumulo?


Por Alisson Schneider

Postar um comentário

0 Comentários