Pai confessa que matou o próprio filho, familia não entende o motvos do pai

Daniel Pereira, pai do pequeno Erick, de dois anos, confessou à polícia que matou o filho em Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba. O depoimento foi dado na tarde desta terça-feira (17) na delegacia da cidade.

“Ninguém sabe o motivo desse crime bárbaro, mas ele confessou agora na frente da delegada. Disse que logo em seguida tiraria a própria vida, mas que não teve coragem. A única coisa que ele falou além disso é que estava preocupado com o emprego, que queria mudar de cargo. Estamos muito assustados”, disse o tio da criança, André de Matos, em entrevista ao Brasil Urgente.

O corpo de Erick foi encontrado dentro do carro da família, um Corsa prata, perto da região onde ele desapareceu. Segundo a Polícia Civil, a criança tinha dois ferimentos causados por arma de fogo.

O desaparecimento

Erick desapareceu na manhã do último domingo (15) enquanto visitava uma lagoa da cidade em companhia do pai. Ontem, Daniel deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com alguns ferimentos, sem o filho. Na ocasião, ele disse para a polícia que a criança tinha sido assassinada por bandidos durante um sequestro.

Hoje, no entanto, ele declarou que não tinha certeza se os criminosos atiraram no filho. Ele contou que mostrava o lago para Erick quando bandidos, em uma caminhonete branca, teriam dado voz de assalto e, em seguida, os levado em sequestro.

Daniel disse, ainda, que o menino chorou e o rapaz que estava com o revólver ameaçou atirar. Em seguida, o pai teria sido jogado para fora e os criminosos, então, levaram o carro com a criança. Ele afirmou que não sabia se os criminosos de fato atiraram contra Erick.

Informações e imagens Portal Banda B 

Por Alisson Schneider

Postar um comentário

0 Comentários