Robson Izzy-Rock: Porque ainda temos uma legião de torcedores para clubes de fora do Paraná?



Aproveitando o gancho de um comentário do presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, faço essa pergunta a outros torcedores.

Porque torcer por um clube que não pertence ao seu estado de nascimento?
Até entendo os que moram aqui, mas que nasceram em outros estados, compreensível, mas nosso próprio povo não entendo.

Virão as desculpas sobre títulos e sobre as décadas passadas, sobre rádio e tv.

Temos bons clubes, que conquistaram títulos nacionais, que buscam nos últimos anos até se agigantarem a nível internacional e sabemos que esse é um processo lento e difícil que necessita ter o apoio de todos os conterrâneos.

Temos grandes estádios, o Couto sim necessitando de uma boa reforma, mas temos a icônica Arena da Baixada, uma referência mundial.

Há muitos anos as rádios locais se dedicam ao melhor do esporte paranaense, as televisões abertas locais ainda engatinham nesse sentido, mas já transmitem muitos jogos dos paranaenses, e ainda temos os canais fechados e o pay per view.
Nossos clubes já encaram “de frente” os clubes de fora, não somos saco de pancadas, claro que apenas prejudicados constantemente por arbitragens suspeitas, corruptas ou no mínimo duvidosas.

Como bem disse Petraglia:

“Continuamos a 5a Comarca de SP na cabeça de alguns provincianos que não torcem para os times do Pr! Infelizmente temos que lutar contra isso!”

De acordo com a última pesquisa do IBOPE/LANCE, somente este ano um clube do Paraná, o Atlético Paranaense conseguiu se estabelecer como a maior torcida do estado, mas em 2a e 3a posições ainda estão Flamengo e Corinthians superando os demais clubes. 

Ensine seu filho a valorizar e prestigiar as coisas do nosso estado, começando pelo esporte que é a preferência nacional, O FUTEBOL!

Quem sabe no futuro poderemos ver todos os nossos clubes com torcidas realmente consideráveis a nível nacional.

Ao longo dos anos parece-me que aumentou o número de torcedores para os clubes de fora do Paraná do que para os nossos. É só verificar a tabela com os maiores números de públicos em estádios paranaenses, recordes que talvez jamais serão batidos. Sei que aliado a isso existe os preços dos ingressos, mas sabemos também que o futebol ficou muito mais caro de se fazer e que alternativas sempre existiram para popularizar o nosso futebol.

Se o torcedor paranaense não se conscientizar, o futebol paranaense continuará engatinhando e seguindo apenas com a força de vontade dos clubes rumo ao paraíso do estrelato nacional definitivo.

Tabela com os 10 maiores públicos registrados em estádios paranaenses:

1) Atlético-PR 2 x 0 Flamengo-RJ, 67.391 (65.491 pagantes), 15/05/1983, Campeonato Brasileiro, Estádio Couto Pereira
2) Coritiba 0 x 2 Flamengo-RJ, 58.311, 21/05/1980, Campeonato Brasileiro, Estádio Couto Pereira
3) Atlético-PR 1 x 3 São Paulo-SP, 57.324, 27/02/1982, Campeonato Brasileiro, Estádio Couto Pereira
4) Coritiba 0 x 0 Atlético-PR, 55.164, 17/12/1978, Campeonato Paranaense, Estádio Couto Pereira
5) Londrina 1 x 0 Corinthians-SP, 54.178, 15/02/1978, Campeonato Brasileiro, Estádio do Café
6) Coritiba 2 x 0 Colorado, 53.571, 16/09/1979, Campeonato Paranaense, Estádio Couto Pereira
7) Coritiba 3 x 0 Atlético-PR, 52.028, 01/05/1990, Campeonato Paranaense, Estádio Couto Pereira
8) Coritiba 1 x 0 Corinthians-SP, 51.662, 11/05/1980, Campeonato Brasileiro, Estádio Couto Pereira
9) Coritiba 1 x 1 Vasco-RJ, 50.582, 12/12/1979, Campeonato Brasileiro, Estádio Couto Pereira
10) Londrina 1 x 1 Flamengo-RJ, 50.000 (público estimado), 22/08/1976, Amistoso ( inauguração do Estádio do Café )

_________________________________________________________________________
Robson Izzy-Rock
Escritor
Colunistas (já escreveu para TOF)
Blogueiro (Blog Olho no Lance)
_________________________________________________________________________

Postar um comentário

0 Comentários